Recomendações para adotar SDN com tranquilidade

Edson Cardoso é gerente de pré-vendas do Grupo Binário

Edson Cardoso é gerente de pré-vendas do Grupo Binário

As redes definidas por software (ou Software Defined Network – SDN) vivem ainda um estágio embrionário no mercado, muito em função de dúvidas acerca das tecnologias aplicadas, serviços relacionados e, principalmente, o impacto trazido sobre as estruturas de rede pré-existentes – afinal, ninguém quer um modelo de rede que, para inovar, anule investimentos legados.

Mesmo engatinhando, a SDN vai ganhando espaço e mostrando a que veio: um conceito que permite ver, orquestrar e gerenciar a rede como um todo, que substitui a limitação física de programar e conectar hardware por hardware pela criação de uma estrutura virtual, baseada em software, e que vai muito além do data center, com implantações voltadas a Edges e WAN, estabelecendo-se como o modelo propício à cloud computing.

É verdade que toda novidade traz consigo uma dose de receio, e é por isso que é importante seguir algumas dicas no momento de avaliar a adoção de SDN. Em primeiro lugar, não compre qualquer oferta de SDN sem antes fazer testes piloto da solução, pois são eles que mostrarão se algum ponto da sua atual estrutura e organização poderá ser comprometido com a mudança e que passo dar para contornar este percalço sem prejuízo.

Além disso, o Gartner recomenda que você avalie todos os potenciais benefícios de SDN para seu negócio. Avaliou? Ok, agora vá para os riscos – sim, eles existem, e um provável é o de taxar sua antiga estrutura simplesmente como obsoleta. Exija de seu fornecedor uma análise criteriosa de aproveitamento e potencialização do legado.

Outro risco refere-se à segurança. Sobre a sua rede física, você e sua equipe de TI já mapearam os gargalos e definiram todas as regras. Pois é, isso precisará ser feito novamente, agora de olho na nova rede definida por software, que tem demandas e requer políticas específicas.

Envolva as equipes de segurança, de gestão de servidores, de armazenamento e de virtualização na avaliação de SDN. Somente isso garantirá uma abordagem padronizada do novo conceito adequada ao seu negócio, indica o Gartner.

E por falar em equipes, a palavra capacitação tem de ser um novo mantra para sua empresa. SDN é novidade, lembre-se. É preciso treinar, qualificar, seus times para lidar com ela. Até para que seus engenheiros de rede não se sintam ameaçados pela inovação.

A criação de redes virtuais eficientes, cuja estrutura baseada em software possibilita a entrega de dados, aplicações e gargalos muito mais rapidamente às equipes de gestão, agilizando a tomada de decisões e solução de problemas, quase que traduz o conceito SDN diretamente como economia de tempo e dinheiro. E pode ser exatamente isso, se sua empresa avaliar cautelosamente todos os benefícios e riscos desta inovação e, principalmente, se ou quando precisará migrar para ela.

Recomendações para adotar SDN com tranquilidade
Avalie este post

Posts Relacionados:

No Comments

Leave a Comment

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked