Cloud Computing – Adoção e Maturidade

João Vitor

João Victor Soares, Cloud Architect.

A Tecnologia é o alicerce de todo e qualquer negócio na atualidade e a expansão das empresas está diretamente ligada ao uso inteligente dos benefícios que ela proporciona. A questão a ser discutida não é mais se as empresas ainda precisam investir em Data Center para acompanhar o ritmo da transformação digital, mas de que forma devem usufruir da Tecnologia em Nuvem.

É evidente que os Data Centers são mais caros, pois não estamos falando apenas em custo de hardware, mas também em mão de obra especializada, espaço físico apropriado para os equipamentos e, claro, energia. Por essas e outras razões é que a Computação em Nuvem ganha espaço nas organizações, otimizando o uso de recursos e aumentando a produtividade por meio de um sistema com alta disponibilidade, com grande segurança e menor custo.

A partir do momento em que sua infraestrutura de Data Center começa a se tornar obsoleta, muitas empresas começam a considerar a possibilidade de migração para nuvem em detrimento de investir na renovação de seu parque.

No entanto, um ponto importante deve ser levado em consideração  nesse momento de mudança. Muito embora a tecnologia de nuvem esteja tomando espaço pelo mundo, muitas empresas não compreenderam ainda os benefícios desse caminho. Há de se entender a diferença entre adotar o sistema e utilizá-lo para obter resultados precisos.

Um estudo global divulgou que 68% das empresas já aderiram à tecnologia de nuvem, porém, quase 70% destas não utilizam tal tecnologia de forma estratégica, ou seja, não geram resultados.

Os dados indicam ainda que apenas 3% das organizações utilizam a tecnologia de nuvem para geração de resultados de negócios superiores. Tais organizações veem um “benefício anual por aplicativo baseado em nuvem de US$ 3 milhões em receitas adicionais e US$ 1 milhão em economia de custos”.

O estudo ainda concluiu que 95% dessas empresas conseguiram adquirir um ambiente de TI híbrido, que maneja suas demandas entre múltiplas nuvens públicas e privadas, além de não focar apenas na inovação de uma forma geral, o que implica em gestão eficaz baseada na economia e nas políticas de governança.

Já está na hora de vencer o segundo desafio da Nuvem: saber utilizá-la. Vale lembrar que gigantes já aderiram à Computação em Nuvem e sabem exatamente onde e como utilizar o que a tecnologia propõe: Coca-Cola, SulAmérica, The Hartford e Pearson são apenas alguns exemplos.

Você vai questionar: Mas essas são empresas mundiais e a minha é uma organização pequena. Todas as empresas começaram como a sua e o que vai fazer você chegar lá é saber modelar o que as grandes fizeram. Lembre-se que a Computação em Nuvem é para qualquer porte e deve ser utilizada por toda organização que deseja reduzir custos, compartilhar infraestrutura avançada em TI, trabalhar com acessibilidade, além de expandir os negócios e alcançar o seu lugar ao sol.

http://blog.safetec.com.br/cloud-computing/o-que-e-cloud-computing/

http://computerworld.com.br/69-das-empresas-ainda-nao-possui-estrategias-maduras-de-nuvem

http://itforum365.com.br/noticias/detalhe/119659/4-beneficios-financeiros-da-nuvem-para-os-negocios

Avalie este post

Posts Relacionados:

No Comments

Leave a Comment

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked