A evolução do tráfego de aplicações e dados não precisa doer… Conheça a arquitetura MetaFabric

Arquitetura MetaFabric

Arquitetura MetaFabric

*Por Fábio Melchert

Como pensar as infraestruturas de rede e data center diante do altíssimo volume de dados e aplicações ditado pelo cenário atual de Big Data, Internet das Coisas, mobilidade, nuvem e afins? Como redesenhar as topologias de rede para um modelo além da estrutura cliente/servidor, evoluindo para acompanhar a mudança trazida à natureza e os caminhos do tráfego?

Uma boa resposta está na arquitetura MetaFabric, uma nova proposta de estrutura de data center baseada em três pilares: simplicidade, flexibilidade e inteligência.

O primeiro trata da facilidade de implantação do ambiente, que otimiza a operação e gestão da rede sem interrupção dos serviços. O segundo, tange à flexibilidade trazida por esse modelo, que permite integração com qualquer ambiente de data center. Já o terceiro agrega dados e funções analíticas para entregar economia de tempo e melhoria do desempenho da rede.

Se ainda não ficou claro, vamos para a abordagem prática: pare para pensar na estrutura complexa e diversificada que hoje certamente povoa seu negócio – são informações, documentos, imagens, aplicações, sistemas, tudo em constante uso e mobilidade, e tudo hospedado em uma paisagem bem mais estratificada do que o antigo centro de dados único.

Agora, você tem à frente vários sites, data centers distribuídos, sistemas e serviços na nuvem. E para garantir o tráfego de tudo isso sem por em risco a continuidade do negócio, uma arquitetura que não apenas possibilite gerir e entregar aplicações dentro e através dos variados sites e clouds, mas também acelere a implementação desta estrutura, é a solução.

Pois é este cenário que a arquitetura MetaFabric permite entregar, por meio de uma combinação robusta de roteamento, processamento e segurança, com base em orquestração de rede, SDN e APIs abertas, gerando um cenário de integração tecnológica que pode ser a cola para unir as peças hoje dispersas no seu ecossistema de TI.

O fato é que se a estrutura de rede não se expandir na mesma velocidade em que mudaram e seguem mudando a natureza de tráfego e hospedagem das aplicações, poderá se tornar um gargalo crítico para as empresas, afetando a experiência do usuário de modo a acarretar, no pior dos cenários, aumento exponencial de custos, riscos à segurança dos dados e perda de agilidade e responsividade ao mercado.

A boa notícia é que tais consequências podem ser evitadas, e para detalhar e esmiuçar todas as possibilidades que a arquitetura MetaFabric oferece para isso, farei uma apresentação das soluções Juniper para esta área durante o IT CIO Brasil, que ocorre de 19 a 21 de março no Costão do Santinho Resort, em Florianópolis, Santa Catarina. Nos encontramos lá!

*Fábio Melchert, diretor de Vendas para os territórios de São Paulo e Sul do Brasil da Juniper Networks.

A evolução do tráfego de aplicações e dados não precisa doer… Conheça a arquitetura MetaFabric
Avalie este post

Posts Relacionados:

1 Comment

ganhar curtidas

about 5 anos ago

muito bom !

Responder

Leave a Comment

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked