Sua empresa, o wireless e a mobilidade

Leonardo Mezzanotti, Systems Engineer do Grupo Binário

Leonardo Mezzanotti, Engenheiro de Sistemas do Grupo Binário

As constantes e crescentes demandas por acesso em qualquer lugar e o desenvolvimento de padrões wireless em altíssima velocidade têm levado as empresas a explorar a viabilidade das estruturas de rede sem fio. Um cenário cheio de possibilidades, mas que também traz desafios. Ao considerar a utilização de redes sem fio supervelozes para cada vez mais operações, as companhias ganham vantagens, como agilidade de processos, mas há que estar atento também aos riscos.

Vamos começar pelas vantagens. A primeira e óbvia é poder oferecer acesso sem fio a colaboradores, convidados e parceiros de negócios nos escritórios, salas de conferência e demais dependências da empresa. Com o monitoramento adequado, a rede wireless oferece segurança para que se faça negócios “fora da mesa”, levando a empresa na palma da mão.

E quando se fala em mobilidade, se fala em ainda mais longe. O grande ganho é poder fazer negócios, controlar operações, checar processos fora do escritório, praticamente em qualquer lugar, indo ao encontro do cliente.

A mobilidade traz melhorias na flexibilidade, na produtividade e na satisfação com o trabalho do colaborador. Ao conseguir trabalhar de casa, por exemplo, o funcionário consegue melhorar a relação entre vida profissional e pessoal, resultando, no geral, em pessoas mais satisfeitas – e portanto, mais produtivas. São benefícios tangíveis e já comprovados, que levam ao aumento da receita e à diminuição de custos operacionais.

Na última Consumer Electronics Show (CES), a feira em Las Vegas que mostra o estado da arte e também aponta o futuro da tecnologia, sendo um dos marcos anuais sobre tendências de TI, foi demonstrado um sem número de aplicações e dispositivos totalmente baseados em redes sem fio de altíssima velocidade, incluindo novos protocolos e padrões, roteadores e vídeo 4K. Entre outros destaques, foi divulgado durante a feira que a base instalada de produtos Wi-Fi certificados pela Wi-Fi Alliance ultrapassa 6,8 bilhões, conectando usuários em mais de 450 milhões de residências e 47 milhões de hotspots públicos em todo o mundo, avaliados em US$ 222 bilhões em valores econômicos. E há mais no mundo wireless que o conhecido Wi-Fi.

Uma tendência em ebulição, sem dúvida. Mas… e os desafios? Começam pela escolha da rede. Definir as soluções que serão adotadas para compor a infraestrutura mobile é essencial para ajustar o projeto às demandas da empresa, sem deixar de atende-las, gerando perdas, ou excede-las, gerando gastos desnecessários. Escolher um bom fornecedor de rede é o passo fundamental para desenhar uma estrutura mobile que suporte dados, voz e vídeo sem interrupções.

Nesta escolha de fornecedor, é preciso considerar também a implementação, que deve ser bem gerenciada, prestando atenção aos indicadores de nível de serviço e desempenho, principalmente no suporte aos serviços de missão crítica, que devem rodar 24×7 sem problemas.

Outro ponto crucial é a segurança. A rede sem fio, e os dispositivos utilizados no ambiente móvel corporativo, requerem atenção dentro da estratégia de proteção de dados e redes das companhias. É preciso estruturar um plano que preveja o gerenciamento não só da rede, como também dos equipamentos conectados, garantindo produtividade e privacidade tanto à empresa quanto aos colaboradores.

Com redes wireless ultravelozes, com a facilidade da mobilidade, o trabalho baseado em colaboração, compartilhamento e acesso imediato à informação melhora a capacidade de resposta ao cliente e otimiza os processos de comunicação e de venda. Resumindo, mais competitividade. Estar ligado a esta tendência é importante para a saúde do negócio.

Avalie este post

Posts Relacionados:

No Comments

Leave a Comment

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked